quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Eu fui no SusiCon

Confira  tudo sobre o SusiCon visitando o blog exclusivo sobre nosso encontro entre Colecionadores
http://susiconbrasil.blogspot.com.br/    click AQUI 

 quer saber sobre a exposição de  bonecas Susi click AQUI 




 Saiba mais sobre exposição NOIVAS de boencas Susi clicando AQUI

 click AQUI e saiba mais sobre o bolo vintage


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Bonecos Bebês Riso e Siso década de 70

Mini bonecos Bebezinho Riso, Siso e banho do bebê.
o bebê "sisudo" e outro irmão gemêo Riso:
 os Gemêos Riso e Siso com seu envelope de dormir edição
Riso e Siso nº 61472  de 1971 e modelo de 1972 nº 10.24.71 
em envelope de plástico de Linholene com aplicação de flores: 
 O Banho do Bebê  com  banheirinha de poliestireno com o boneco "Riso" e completando conjunto: sabonete, esponja de espuma, sabonete, peixinho de polistireno, cohocalho plástico, fralda de tecido com alfinete e mamadeira de plástico:
Imagens de Catálogo da Estrela
Boneco Os Gemêos Bebê Riso e Siso com 13cm 1971:

Boneco Os Gemêos Bebê Riso e Siso com 13cm 1972:


 Boneco Riso com 13cm 1974 com banheira e com bercinho:

Apetrechos do Bebê Boneco com 13cm 1975:


 Banho do Bebê 
 diferenciaram na cor da banheira e no bichinho da banheira entre peixinho e patinho:

Banho do Bebê 1971:
 Banho do Bebê 1972:
 Banho do Bebê 1974:
Banho do Bebê 1975:
 outro bebê com banheira com Juju  "banho do Juju"  1975:

 Banho do bebê Juju de 1976:


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Boneca Susi Coleção Campanha "O Câncer de Mama no Alvo da Moda"

Coleção Campanha  "O Câncer de Mama no Alvo da Moda" com Bonecas Susi:
 Susi vestiu a camiseta da campanha por várias vezes, 
a primeira edição foi em 2001 na versão "Susi Inventando Moda" vestindo a camiseta criada por Ralph Lauren com o símobolo da campanha e a madrinha fashion do projeto foi Contanza Pacolato:
Edição Boneca Susi Inventando Moda 2001:
Edição de 2008   
 (não tenho na coleção  ainda...caso alguem tenha e queira cooperar):



Em 2009 a Boneca Susi volta a vestir a campanha "O Câncer de Mama no Alvo da Moda"  em uma edição especial vestida com as cores e o tema do alvo da campanha por Ralph Lauren:
Adriana Galisteu foi a madrinha do projeto da Susi na campanha de 2009, boneca com dois apliques de cabelo com presilhas que permitem a craição de diversos penteados:
Adriana Galisteu - foto Claudio Augusto

 padrinho foi Wanderley Nunes, ajudou a promover um concurso chamado Estrela do W entre 60 profissionais do salão dele que, divididos em 4 categorias (casual, fashion, festa e street), criaram looks diferentes (informações site Lilia Pacce)


Susi edição campanha do câncer:

Edição 2010 em comemoração aos15 anos da campanha  "O Câncer de Mama no Alvo da Moda"
boneca Susi volta a camapnha com um vestido de corpete e saia em camadas com as cores do IBCC, e as meninas ganhavam 4 pulseiras nas cores do logo:

 edição 2008?
Susi Campanha  "O Câncer de Mama no Alvo da Moda"  
(não tenho na coleção e desconheço ano): 



sábado, 12 de novembro de 2016

História das Bonecas Inquebráveis da Fábrica de Bonecas Belém 1919 à 1950

Como colecionadora de emoções venho compartilhar um momento mágico carregado de sentimento ao receber  um relato da mémoria de quem manuseou e cuidou de detalhes ao lado de um Pai talentoso e apaixonado no que fazia na arte de criar bonecas de massa nos anos 20 no Brasil  
"As Bonecas Inquebráveis da Fábrica de Bonecas Belém  1919 à 1950 - São Paulo SP: 
Quem compartilha a história da Fábrica de boneca Belem é o Sr João Cárceles de 87 anos, neto de Juan e Fulgencia e Filho de Francisco e Carmen,
asssita o vídeo e entenderá a emoção de ouvir relatos de como uma boneca de massa e papelão era produzida no começo do século passado no Brasil:

As Bonecas Inquebráveis da Fábrica de Bonecas Belém  1919 à 1950,  foi fundada no Brasil no Bairro de Belém na cidade de São Paulo pelo Espanhol Juan Cárceles Cegarra, (Conhecido como João das Bonecas) as bonecas eram consideradas inquebráveis devido o corpo ser de papelão moldado e a cabeça de massa composta de formol, caulim, cola de coqueiro e agua,  os braços, pernas e pescoço tinham articulação 360º devido serem  presas por elásticos internos, 
 detalhe marcante em toda coleção das bonecas de Belém é que olhos eram todos pintados a mão pelo fundador e seus filhos:
 Foto da Família do  Fundador da Fábrica de Bonecas Belém com seus filhos,  
Francisco, Antonio e Pepe que auxiliavam na produção das boneca,
 Esposa  Fulgencia e suas duas filhas Lola e Josefina cuidavam da costura das roupinhas das bonecas e bonecos.
Os  3 filhos de Juan deram continuidade na fabricação das bonecas de massa, ficaram conhecidos na região da 25 março nos anos 20 e 40 como os "Bonequeiros Espanhois" ou "Familia de bonequeiros":
com falecimento do Fundador Sr Juan os 3 irmãos deram continuidade na produção mas em fábricas diferentes, o filho Francisco "chico das bonecas" manteve a fábrica Bonecas de Belém a qual seu filho João (foto) nos relata o belissimo registro: 

João Cárceles é filho de Francisco "Chico das Bonecas" 
a qual manteve a fábrica ativa até meados anos 50:
João Cárceles trabalhou na infância e na adolecência na fabricação artesanal das Bonecas de massa ao lado de seu pai Francisco,   João nos relata detalhes preciosos de como eram feitos a produção,  
do detalhe das pinturas das sobrancelhas,  boquinha perfeita formato de coração e as que ele queria deixar com um traço de sorriso, aqueles traços que  nós apreciadores gostamos de notar nas peças de bonecas antigas artesanais pintadas a mão,
confesso que cada traço de uma boneca antiga  sempre me deparo apreciando por minutos e imaginando quem as pintou  colocava emoção: 

 Como consegui as informações para serem compartilhadas?

agradeçam a Suely 

Suely Straub Cárceles  Bisneta de Juan, neta de Chico e Carmen e Filha de João e da Rachel, 

foi Suely  quem resgatou a mémoria da Fábrica de Bonecas Belém   ao entrar em contato  para doar-me a boneca alemã que a Familia usou de Molde para criar as famosas bonecas Inquebráveis da Fábrica de Bonecas Belém: 
Foto: Suely Straub Cárceles, Rachel, João e Ana Caldatto
 Um encontro mágico com prazer de ouvir relato de um Sr de fala calma de uma gentileza incaulável a qual passei minutos ouvindo relato de como era a fabricação das bonecas de massa inicio anos 20 no Brasil: 
 momento mágico ver olhos e dedos de João percorrendo na memória de como voltasse no tempo e tivesse fazendo os traços de pintura delicada e de precisão nas bonecas de massa na fábrica de seu pai:
Sr João mostrou-me e doou-me a boneca de celulóide Alemã a qual a família usou de molde para criar as bonecas de massa brasileira:
 sorriso é de quem presenciou um registro histórico da memória de uma  fábrica de Boneca no Brasil:
 agradecimento resume o que posso transmitir de volta ao Sr João e Familiares!


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Brinquedos da menina portuguesa Célia

Brinquedos e miudezas que atravessam o continente pra marcar presença no meu acervo de brinquedos antigos aqui no Brasil
vieram com recordações portuguesas do brincar da menina Célia: 
Doação de brinquedos, cartões postais  e recortes vindo de Portugal:
Doação de bonecas antigas que fizeram parte da infância de Célia Margarida:
livrinho infantil década de 70 com ilustrações de crianças de olhos grandes:
Célia enviou uma porção de recortes de propagandas do Brasil que ela mantinho no acervo particular dela em Portugal:
Célia Margarida com 7 aninhos fez um trabalho escolar em 1972 sobre o castelo Dos Mouros em Sintra Portugal,
que agora faz parte do meu acervo antigo de material escolares:
trabalho escolar de 1972:

variedades de cartões postais infantis década de 50 e 60:
saiba mais do livrinho ilustrado de menino de olhos grandes clincando AQUI
Boneco de feltro década de 70:
boneco João da Estrela item que foi comercializado pela marca de brinquedos Estrela em Portugal, também fez parte dos brinquedos de Célia Margarida:
miudezas de brinquedos antigos:
Feliz boas recordações!