Mostrando postagens com marcador Brinquedos TROL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brinquedos TROL. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Boneco Cebolinha da Trol anos 70

 Boneco Cebolinha Grande com 40cm  da Trol Brinquedos  em material polietileno: 
 Boneco Cebolinha marcou presença entre a mininada
foi  brinquedo da década de 70 de muitos meninos como Reinaldo Molero que tirou uma foto em 2015 para registrar  o mesmo momento quando criança: 
Quer conhecer mais sobre a coleção Turma da Mônica
visite a postagem clicando AQUI

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Fundação Brinquedos Trol S/A Indústria e Comércio

Consegui algumas informações sobre a História da Fundação da Trol e compartilho com você leitor do blog que aprecia um momento nostalgia de uma das marcas de brinquedos de nossa infância
Trol Brinquedos:
A Trol S/A Indústria e Comércio,  teve suas instalações industriais e sede à Rua Tocantins, 2450 Km12,3 da Via Anchieta São Paulo, iniciou suas atividades em Outubro de 1939, produzindo inicialmente apenas botões, bijouterias e pentes plásticos:
antigo Pente travessa da Trol que minha Vovó Isabel usava para segurar o coque "espanhol":

 A fábrica Trol foi uma empresa de capital nacional, uma das pioneiras no setor de plásticos, tendo iniciado suas atividades de forma modesta e acanhada, desenvolvendo-se rápida e acentuadamente, constituindo-se nos anos 70 numa das maiores indústrias de plásticos da América Latina.   Estava localizada em um terreno próprio que atingia 110.000 m2 e com área construída de cerca de 30.000 m2, incluindo as unidades de produção e escritórios administrativos.

Linha de produtos
Fabricava três linhas de produtos quanto a utilização final:
A – Linha Industrial
B – Linha de Utilidades Domésticas
C – Linha de Brinquedos

O texto que cito nesta postagem foi retirado do catálogo da Trol de 1972:
Na linha Industrial, a Trol produziu variada gama de componentes plásticos para produtos de outras indústrias, destacando-se peças para interior de geladeiras, caixas para televisores, peças para rádios e TV da Philips, bases e tampas para vitrolas, embalagens especiais para cosméticos, tubos extrudados, peças diversas para indústria automotiva, peças de precisão sob encomendas, bem como acabamentos com gravações em “hot stamping”, pintura, metalização a vácuo, etc:

Na linha de utilidades domésticas a Trol foi composta por um grande número de produtos de utilização no lar,  e a empresa procurava sempre planejar e desenvolver novos produtos em função da necessidade do público consumidor como Bandejas, tambores, tigelas, saleiros, baldes, varal, urinóis, régua, saboneteiras, prato para bolo, regadores, açucareiros, bacias, mantegueira, travessa, porta talheres entre outras  peças utilitárias:
Potes de plástico coloridos, jogos de condimentos, jarra de abacaxi e Kanudo Maluko da Trol marcaram presença em muitos lares brasileiros:
trol antiga jarra de abacaxi:
Muitos devem recordar do escorredor de arroz de plástico o "Lavarrôz" produto criado e 1959 por Terezinha Beatriz uma Sra Dentista que levou a idéia à Trol, a qual comprou e patenteou o produto pagando os Royalties sobre a venda a Dª Terezinha:
Antigo escorregor de plástico de arroz da Trol:



Linha de produtos Trol
Canister e Cestos de plasticos:
Canister Flex Trol 20 litros
Antigo galão de 20 litros Plastico Trol:
antigo galão "canister" Trol ainda tem etiqueta de 1971 comprado na loja Casa São Jorge:

Na linha de brinquedos a Trol encontrava-se com uma grande variedade de itens, desde os mais simples até aqueles altamente sofisticados, acompanhando o adiantado desenvolvimento tecnológico da indústria da década de 70 e 80. Na linha de brinquedos a Trol vinha desenvolvendo, mediante a participação de psicólogos e orientadores pedagógicos, um grande números de brinquedos educativos que facilitavam o desenvolvimento das faculdades motoras da criança e ajudavam na sua educação:


Brinquedos Trol:
 Linha de brinquedos Trol como bonecos e bichos de vinil ou polietileno (plástico):
Bichinhos de Polietileno ou plástico   mais baratos e linha popular de brinquedos da Trol anos 70:

A fabrica de brinquedos Trol foi a responsável em trazer para o Brasil em 1976 o Playmobil desenvolvido na Alemanha por  Hans Beck:
A boneca fofolete foi outro item que marcou presença:
Boneca Marta entre outras
Foto Angela Vascncelos

Boneca Gina da Trol:
imagem encontrada na internet desconheço
Boneca Gina  - foto Angela Vasconcelos

imagem internet - desocnheço autor da foto

Rivelino jogador de Futebol da seleção anos 70 marcou presença na Trol com a Bola com seu nome:
Boneca Monica outras fotos click AQUI 
Trol Brinquedos antigos:

Foram muitas Bonecas lançadas pela Trol, boneca Marta, Martinha, Simone, Biondina, Pierina, Linda, Gina entre muitas outras bonecas reuni algumas imagens na internet como referência
visitem a postagem propagandas TROL clicando AQUI:
Filosofia da Empresa TROL
Na década de 70 a TROL S/A vinha desenvolvendo um processo mercadológico integrado, procurando ajustar seus produtos às exigências do consumidor, de modo a proporcionar-lhe a satisfação de suas necessidades e desejos. Assim sendo, a sua linha era constantemente renovada através do lançamento e também uma politica de comercialização mais agressiva e mais chegada aos seus revendedores como apresentado o texto do catálogo de produtos de 1972 aos revendedores:
Era, portanto uma empresa jovem, voltada para o mercado, empenhada em promover o consumo de plástico e contribuir para o desenvolvimento do País
Trol Brinquedos:
A Trol encerrou suas atividades no começo dos anos 90 logo após o falecimento do proprietário Dilson Funaro.
 Fechada, em 1993 as crianças saquearam estoque da fabrica:


Agradeço a todos que direta ou indiretamente colaboraram com as informações aqui compartilhadas  com carinho, contribuindo em reunir informações sobre nossos brinquedos.
 Ana Caldatto

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Os Brasilianos por José Luis Ortega Corton

Gibi, Revistinha em  quadrinhos, brinquedos e bonecos dos Brasilianos por José Ortega:
Quadrinhos uma cultuta popular:

Década de 70 foram lançados  pela 1ª vez no Brasil brinquedos com personagens genuinamente Brasileiros "os Brasilianos"  Cangaceiros, Indios, Bandeirantes, bichos brasileiros por José Ortega:

Para nossa felicidade de Colecionadores apaixonados pelo histórico dos brinquedos nacionais  soubemos que a Familia Ortega mantem  muitos bonecos e brinquedos no acervo pessoal e John Ortega filho de José Ortega  cedeu-me seguintes informações: 

Breve histórico sobre  os Brasilianos e as diversas marcas de fabricantes de Brinquedos que os distribuíram no Brasil
1968 – Seis personagens surgem para ilustrar publicações infantis, depois adquiridas pelo MEC para integrarem bibliotecas infantis de todas as escolas públicas, e também recomendadas pelo pediatra dr. Rinaldo de Lamare, em seu famoso livro “A vida de nossos filhos”.
1974 – É criada a Turma dos Brasilianos com um grupo de trinta personagens, inicialmente no mercado de publicações infantis e brinquedos (Editora Três, Editora Egéria, Editora Ambrosiana, Editora Banas;
Bonecos foram fabricados e distribuídos por varias marcas de Fabricantes como Trol, Atma, Gulliver, Grow e Bonec Art. (Os bonecos maiores foram fabricados pela Trol e os menores pela Gulliver).
1980 – As personagens chegam ao mercado de tecelagens, direcionadas para o público infantil, com produtos de vestuário, cama e banho (Santista, Sulfabril, Alcatex e Teka), além da linha de cosméticos (Rhodia) e de alimentos (Bauducco, Batavo e Sambra)
1985 – Aparecem em tiras diárias de jornais e nos suplementos infantis (Tribuna de Santos). Também lança-se a coleção “Pequeno Pintor”, na qual a criança pode colorir cenários brasileiros.
Na década de 90, interrompem-se as atividades da linha porque o criador se voltou às artes plásticas. (Informações cedidas por John Orgefa - filho de José Ortega)


imagem material cedido por Laise e Toni 

imagem Boneco Toys Ortega  cedido por Laise e Toni 
menina Daniela teve um boneco grande da coleção os Brasilianos anos 70:

 recorte Folha Ilustrada - São Paulo - 12 abril de 1976
Bandeirantes e Cangaceiros na mensagem deste artista José Ortega:
recorde do jornal cedido por Laise Rodrigues
 Autor dos Quadrinhos os Brasilianos o artista e quadrinista 
José Luis Ortega, nascido em Madri - Espanha em 22/02/1937 e falecido em 04/11/2002 no Guarujá - Brasil,   
Ortega conheceu e apaixonou-se pelo Brasil em uma viagem de férias em 1957:
recorte do Jornal Gazeta de Guaruja de 1994  cedido por John Ortega,  filho do Quadrinista José Ortega




Quadrinista José Luis Ortega Corton 
  apresenta nos quaadrinhos as aventuras dos Brasilianos com personagens cangaceiros como  como Virgulino, raposão, tropeço, trapaça e os companheiros:

livrinho de capa dura dos Brasilianos Coleção Uirapuru nº1:
 Historinha O Filão de Ouro com os Brasilianos Bandeirantes, Indios e Cangaceiros:

Brasilianos livrinho de capa dura Coleção Uirapuru nº1
 Editora SCHELIGA publicado sob licença da

Brasiliana Produções SC Ltda SP 
José Luis Ortega Corton:


consegui duas outras boas contribuições pra postagem sobre os bonecos Coleção Brasilianos
- bonecos e revista Brasilianos cedidos pelo Colecionador Jean loja Collecting Toys
- imagens Catalogo Gulliver cedido por Alexandre Blog Galeria dos Brinquedos 
Catalogo Gulliver Bonecos Os Brasilianos Turminha dos Indios:
Catalogo Gulliver Bonecos Os Brasilianos Turminha dos Bandeirantes:
Catalogo Gulliver Bonecos Os Brasilianos Turminha dos Cangaceiros:
os personagens Brasilianos também marcaram presença em jogos de lenço infantil como tema  os brasilianos cangaceiros:
 o lençol antigo Os Brasilianos chegou ao meu acervo por doação de dois outros colecionadores 
Ricardo  e Elaine

revista edições historinhas  Aventura da turminha dos Brasilianos distribuidos anos 70 pela gráfica e Editora Scheliga S.A, Publicado sob licença da Brasiliana Produções S/C Ltda SP 
José Luis Ortega Corton:
contra capa da revista os Brasilianos mostra propaganda dos Brinquedos Trol Brasilianos como lançamentos de 3 brinquedos como Jogo carimbo jogo pedagogico escolar e lousa escolar Brasilianos:
capa mostra também os bonecos Brasilianos, mas eis minha duvida.. bonecos eram Trol ou Gulliver?
 Jogo de carimbos Brasilianos super divertidos pra você fazer historinhas em quadrinhos, filmes e aprender a colorir:
 Jogo pedagogico pra auxiliar na escola, aprender matemática, cores e formas brincando:
Lousa escolar os Brasilianos da Trol especialmente boladas com contador, relógio, alfabeto, numeros e cores repousantes:
nostalgia pra quem já leu as historinhas dos Brasilianos recordar  das ilustrações das edições Ortega:


ilustração das historinhas dos Brasilianos:







 trapaça e tropeço:







outra belíssima contribuição de Andréia Antunes Mastroberti em nos ceder a imagem  digitalizada do mini-jogo de cartas Xavantinho da Turma dos Brasilianos  produzido pela NIG brinquedos, 
joguinho pertenceu ao irmão de Andreia que pertenceu ao irmão que não lembra se ganhou na escola ou foi presente de alguém nos inicio anos 80:


Foto da embalagem frente e verso do mini jogo de cartas do Xavantinho - 
Os Brasilianos:
Cartas do mini jogo  do Xavantinho:

 bonecos coleção brasilianos década 70:


Bonecos promocionais Casas Bahia com chapéu de cangaceiro semelhante Bonecos Brasilianos: